Demi Lovato, além da Disney

20 outubro 2012


Muita gente, talvez só de ver o título deste post pode desistir de ler.
Eu não sou nenhuma fã enlouquecida da Demi, mas quando soube da história dela, ela passou a ter todo o meu respeito, pois deve ser muito difícil superar o que ela superou. E eu realmente vi esse lado da Demi em um show que ela fez no Brasil, quando jogaram uma Barbie sobre o palco. (inclusive me emocionei)


Bem, vamos a historia de Demi.
Demi sofria bullying na escola por ser gorda, o que a levou a entrar em depressão e a ter distúrbios alimentares. Durante a sua infância, passou lutando contra a bulimia. Com 11 anos,  começou a se cortar como uma forma de expressar a vergonha que sentia de si mesma, do que fazia e do próprio corpo. Apesar do sofrimento, Demi mantinha tudo em segredo, sem procurar a ajuda de um profissional.
Com 15 anos conseguiu seu primeiro papel em uma filme da Disney, e virou sensação teen.  Por um descuido, uma vez apareceu suas cicatrizes nos pulsos em uma foto. Ela continuou fingindo que tudo estava bem, passando a se machucar em locais que não pudessem ser vistos.
Depois do sucesso de Sunny Entre Estrelas (seu programa na Disney), Camp Rock e Camp Rock 2, seu álbum alcançou o primeiro lugar na Billboard. Em seguida começou uma turnê puxada com os Jonas Brothers e namorava o Joe Jonas, um dos irmãos. Com a rotina estressante e sem privacidade, a automutilação começou a se intensificar. Durante uma turnê, seu namoro com Joe terminou.


“Eu estava fazendo shows de estômago vazio. Estava perdendo minha voz por vomitar e eu estava literalmente transtornada emocionalmente e descontei em alguém que significava muito para mim.”

Em um show, Demi agrediu uma dançarina. Foi aí que decidiu que não poderia continuar assim e procurou ajuda. Ela foi internada em um centro de tratamento para mulheres que enfrentam problemas. Lá descobriu que sofria também de transtorno bipolar. 

” Eu não tinha ideia do que era Bipolar até o tratamento. Com 7 anos comecei a ter pensamentos suicidas. Pensando melhor, é, ok, eu era Bipolar. Em alguns momentos onde eu era muito pressionada, eu pensava, sim, eu posso fazer isso, eu posso fazer isso, daí então eu desanimava ficava mais deprimida do que nunca.”

Depois do tratamento, Demi diz que agora está bem, e o que antes eram machucados e cicatrizes, agora em seus pulsos ela traz uma tatuagem: Stay Strong (em tradução, Fique Forte). 













2 comentários:

  1. Nossa adoro a Demi.Parabéns pelo blog e muito sucesso,lógico que estou seguindo.
    Bezoo
    doce-insanidadee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Larissa, seja bem vinda!
      Beijo!

      Excluir







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!