Tempo e Mudança

21 setembro 2012



O celular tocou. Nova mensagem.
Saí correndo, tropeçando pelos móveis. Em uma fração de segundo meu rosto passou por 40 graus, tremi e tive uma dor de estômago aguda.
(Decepção.)
Não operadora, não quero me cadastrar na nova promoção.
 ---------
Esse tempo tem me feito bem. Às vezes é bom desligar do mundo e refletir. Repensar os planos. Mudar de direção, de caminho.
Sabe, não acredito mais em promessas fáceis, em pessoas que não estão perto de mim e que não fazem nada para isso mudar. E pior, agem com indiferença.
A indiferença é o pior e mais cruel sentimento humano. É a hostilidade em pessoa.
Não existe nada que machuque mais. Nem decepção. Nem traição.
É o inimigo dos amores vazios, dos que estão indo pro ralo e dos que nem chegaram a ser uma paixão.

A minha nova realidade é dolorosa, é arriscada, mas é uma boa maneira de encarar as coisas.
É o que mudou. No meu dicionário,sublinhei a palavra viver.
Tem um ditado que diz: “Novas cicatrizes disfarçam antigos hematomas.” E isso é a mais pura verdade.
O que acontece na cabeça de quem a gente quer é um mistério. É o ‘x’ da questão. Um labirinto sem saída. (Talvez essa seja a parte interessante).
É incrível como nós garotas, insistimos em nos apaixonar por idiotas. É inevitável. É mais forte que nós.  
Mas agora eu vou seguir em frente. Não vou mais revirar todas as minhas memórias em que você está presente. Não quero dizer que foi ruim, mas não vou ficar me torturando, vendo fotos de nós dois, imaginando como estaríamos hoje. Nós não estamos.

É uma pena você ter ido embora. Uma pena não ter me notado da mesma maneira que te notei. Acho que teríamos dado certo (se você tivesse deixado). 

0 comentários:

Postar um comentário







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!