Esse meu ciúme

15 agosto 2012


É esse meu jeito de falar pela metade que te incomoda não é? Eu sempre soube disso, mas para mim é difícil demais assumir o quanto suas amigas me irritam. E me irritam demais. Ciúme? Talvez. Mas você não pode reclamar. Meu ciúme nunca saiu de dentro de mim. Nunca fiz um escândalo, embora o monstro que crescia dentro de mim lutasse para isso acontecer. Sentir ciúme não é feio. Contanto que ninguém se machuque.

Você diz que é bobagem e que não tenho motivos para isso.  Diz que eu preciso confiar porque é comigo que você quer estar, mas convenhamos você não é o primeiro a dizer isso. E não seria o primeiro a quebrar essa promessa.
Como você se sentiria se um monte de homens atraentes ficasse me enviando sms no início da noite de uma sexta-feira? Você acharia se um bando de caras enviassem mensagens no mural da minha rede social elogiando? E se isso acontecesse repetidas vezes em apenas uma semana?
Não é fácil. E olha que eu estou apenas conversando com a minha mente. Nem tento te explicar porque você vai achar bobagem. 

Eu tenho medo de te perder para outra garota qualquer. Dessas que ficam se atirando para cima de você enquanto tomamos aquele Chopp no bar na beira da praia.
Eu sempre tive mania de tentar controlar todo mundo à minha volta. É algo que eu não percebo, e às vezes quando tomo conhecimento já é tarde demais. Por isso que continuo essa conversa com o meu ‘amigo cérebro’. Só te peço uma coisa: Se um dia eu te falar sobre isso, tente me entender. Não é fácil sempre sentir medo de te perder.

0 comentários:

Postar um comentário







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!